Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desumidificador

Desumidificador

A minha vida em 30 livros

Uma biblioteca particular conta, pelo menos em parte, a história da vida do seu dono. No meu caso, consigo associar vários livros às memórias da época em que os li (numas férias de Verão, por exemplo) ou a acontecimentos ocorridos durante a leitura. Segue-se uma lista de obras desse género, onde são referidos os respectivos títulos e autores, por ordem cronológica dos anos em que com eles contactei. Neste contexto, é irrelevante se gostei ou não dos livros em causa, escolhidos sobretudo pela facilidade em localizá-los na minha “carreira” de leitor e relacioná-los com eventos pessoais ou colectivos.

 

Os Lusíadas, de Luís de Camões (1995)

A Lua de Joana, de Maria Teresa Maia Gonzalez (1997)

A Preto e Branco, de Plantu (1997)

Para Averiguar do Seu Grau de Pureza, de Jacinto Lucas Pires (1998)

Memorial do Convento, de José Saramago (1999)

Os Maias, de Eça de Queiroz (1999)

Gabriela, Cravo e Canela, de Jorge Amado (1999)

Eurico o Presbítero, de Alexandre Herculano (2000)

 

 

Domingo de Ramos, de Clara Pinto Correia (2001)

Que Farei Quando Tudo Arde?, de António Lobo Antunes (2002)

Era Uma Vez Um Rapaz, de Nick Hornby (2002)

Brancos Estúpidos, de Michael Moore (2003)

Augusto, de Allan Massie (2003)

Um Rumo para a Educação, de Vitorino Magalhães Godinho (2004)

Nascido Para Mandar, de José de Pina (2004)

Largos Dias Têm 100 Anos, de Jorge Nuno Pinto da Costa (2004)

Barnabé, de Rui Tavares, Daniel Oliveira e outros (2005)

Maio e a Crise da Civilização Burguesa, de António José Saraiva (2006)

Educação e Sociedade no Portugal de Salazar, de Maria Filomena Mónica (2006)

Foi Assim, de Zita Seabra (2007)

 

 

Outra Opinião. Ensaios de História, de Rui Ramos (2008)

O Fim do PREC, de Augusto Cid (2010)

Triângulo, de Pedro Garcia Rosado (2012)

Secreções, Excreções e Desatinos, de Rubem Fonseca (2013)

História do Povo na Revolução Portuguesa, de Raquel Varela (2014)

Suaves Portugueses, de Pedro Marques Lopes (2014)

Somos o que Escolhemos Ser, de Sofia Aureliano (2015)

O Samurai Negro, de João Paulo Oliveira e Costa (2016)

A Ameaça Vermelha, de Alberto Gonçalves (2017)

O Bebé que… Fez uma Birra, de Rui Zink e Manuel João Ramos (2018)

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post